​ Como surgiu o Power Pilates

 

Em 2011, a Carolina fez a formação em Pilates Clínico. Nesse mesmo ano, quando se iniciou como instrutora, sentia que o Pilates era uma prática que não chegava a todos, por ser até então conotado como algo apenas direcionado para a postura e para os mais velhos.

 

Nessa altura trabalhava em clínica, e os seus alunos eram pessoas com bastantes limitações. Esses alunos rapidamente tiveram melhorias e surgiu a necessidade de acrescentar dificuldade aos exercícios para que eles continuassem a sentir melhorias, sem nunca deixar de parte os princípios que dão suporte ao Pilates clínico.

 

A partir de 2014 a Carolina dedicou-se exclusivamente ao Pilates, tendo feito formações que a permitiram especializar-se na saúde da mulher. Desenvolveu o método Power Pilates, inspirando-se em modalidades como o Neopilates e o treino funcional, e sobretudo  nas necessidades de quem frequenta as aulas.

“Sou super grata por em 2014 ter-me cruzado com a Fisioterapeuta Carolina e com o seu método de se fazer Pilates, o PowerPilates. É de longe, a melhor coisa que posso fazer pelo meu corpo e pela minha alma. Quero que o Power Pilates, continue a ser o meu vicio, até ser velhinha! ” 

—  Joana Gaspar